Você está aqui: INPE / CBERS / Sala de Imprensa / Notícias / Leia na íntegra

Notícia

Satélite CBERS 04A é transportado para a Base de Lançamento

por INPE
Publicado: Nov 04, 2019
Compartilhamento no FacebookCompartilhamento no Twitter

São José dos Campos-SP, 04 de novembro de 2019

O satélite CBERS 04A está sendo transportado entre hoje e amanhã (04 e 05/11) das instalações da CAST, Pequim, para a base de lançamento de Taiyuan (TSLC). O Programa CBERS (do inglês, Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres) no Brasil é desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e na China, pela Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (CAST). O lançamento do CBERS 04A, o sexto da parceria Brasil-China, está previsto para o dia 17 de dezembro.

A viagem de trem para o transporte do CBERS 04A e equipamentos é feita em baixa velocidade, a uma média de 30 km/h. Irá durar cerca de 15 horas e percorrerá 500 quilômetros, aproximadamente. A chegada à base de Lançamento está prevista para amanhã (05/11), às 7 da manhã (horário de Brasília).

Quando chegar ao centro técnico da base de lançamento (TSLC), os especialistas do INPE e da CAST farão a integração dos módulos de serviço e de carga útil do satélite. Os módulos do satélite serão submetidos a testes elétricos para verificar a ocorrência de danos durante o transporte. Esses testes estão programados para terminar no final do mês.

Em seguida, serão realizadas as atividades de preparação final do satélite, a instalação do painel solar, iniciando-se a Revisão de Prontidão do Satélite (SRR), que "autoriza o enchimento dos tanques de combustível do satélite", explica Antonio Carlos de Oliveira Pereira Junior, coordenador do Segmento Espacial do Programa CBERS. Logo depois, o satélite será transferido para a torre de lançamento, para ser acoplado ao foguete Longa Marcha-4 para a realização dos testes de pré-lançamento.

Imagens e aplicações

O CBERS 04A levará a bordo duas câmeras brasileiras (MUX e WFI) e uma chinesa (WPM). A MUX (Câmera Multiespectral Regular) irá gerar imagens de 16 metros de resolução, com reprodução de imagem de um mesmo local a cada 31 dias. A WFI (Câmera de Campo Largo) possui resolução de 55 metros e revisita de 5 dias, enquanto a WPM (Câmera Multiespectral e Pancromática de Ampla Varredura), conta com resolução de 2 metros, em modo pancromático, e de 8 metros em RGB (Red-Green-Blue).

As especificações do satélite sino-brasileiro são similares às dos programas de sensoriamento remoto orbital mais utilizados em todo o mundo, como Landsat (Estados Unidos), Resourcesat (Índia) e Copernicus (União Europeia).

Os dados do Programa CBERS estão disponíveis aos usuários no catálogo online do INPE. As imagens de satélites de sensoriamento remoto, incluindo as do CBERS, fornecidas gratuitamente pelo INPE, são utilizadas no sistema de gestão do território do próprio governo, e também nas pesquisas e projetos desenvolvidos em universidades e por empresas privadas, gerando emprego e renda. Entre junho de 2004 e setembro de 2019, o INPE forneceu quase 4,5 milhões de imagens, das quais mais de 2,8 milhões dos satélites CBERS (2, 2B e 4).

Mais informações: www.cbers.inpe.br






O satélite CBERS 04A foi transportado hoje (04/11) do laboratório da CAST, em Pequim, para a estação de trem Shuinan Highway.









O trem que fez o transporte do satélite e equipamentos partiu hoje (04/11) às 16 horas (horário de Brasília). A chegada à base de lançamento está prevista para amanhã, por volta das 7 horas (Brasília).


Logo INPE © Todas as matérias e imagens poderão ser reproduzidas, desde que citada a fonte.